Pages

Dicas: Primeira Vez


Primeria vez


Se você sente que está pronta pra seguir em frente na sua vida sexual, aqui vão algumas dicas para aquelas que provavelmente estão ansiosas e que devem estar pensando no que deve ou não deve fazer. Independente de ser a primeira vez que vai fazer sexo, ou a primeira vez que vai fazer o sexo com outra mulher, tenha em mente que é normal ficar nervosa.

Conheça a sua ferramenta de prazer (Leia-se “seu corpo”)
Antes de começar a pensar em transar, é muito importante que você se conheça. Se não conhecer o seu corpo, como espera que a outra pessoa saiba o que lhe dá prazer? Difícil né?
Descubra o seu corpo, os locais que gosta de ser tocada, o que te excita; a masturbação é um grande passo para o sucesso de uma relação íntima com outra pessoa. Gaste tempo com você, se toque e descubra o que te faz sentir nas nuvens. Desta forma, também irá descobrir onde deverá tocar na outra pessoa para fazê-la sentir-se nas nuvens.

Nada de Álcool (Sobriedade)
Acredito que você irá querer se lembrar de sua primeira vez com uma menina, e para que isso aconteça é necessário sentir o momento. Eu sei que o álcool pode diminuir a timidez, mas a verdade é que também diminui as sensações e pode tornar momentos intensos em momentos banais. O corpo pode até relaxar com o álcool, mas memórias podem ser perdidas (amnésia alcoólica). Então estamos combinadas né?! Nada de encher a cara na sua primeira vez.

Faça sexo seguro
Pode parecer que nós lésbicas não temos que nos preocupar com o sexo seguro, mas infelizmente as doenças sexualmente transmissíveis também ocorrem entre mulheres. O HIV e algumas DSTs, podem de fato ser transmitidas através de sexo lésbico. Então cuidado com quem você se relaciona. Conheça bem sua parceira e vá ao ginecologista. Se cuide!

Imaginação é tudo
O sexo está 90% na cabeça, por isso, use-a para dar cor à sua vida sexual. Se você sente que chegou a hora, com certeza já fantasiou sobre isso - e o que fantasiou? O que quer que tenha sido use a seu favor para tornar esta primeira vez especial e picante. Fantasiar é algo fundamental para a felicidade humana e para o sexo também... A verdade é que tem de imaginar antes de fazer. Assistir a uns filminhos também pode te ajudar.

Ainda não é a hora para os brinquedinhos
Eles apimentam a relação, mas não foram feitos para serem usados na primeira vez. Ao natural será mais indicado para sentir o toque, o cheiro, o calor, a pele uma da outra; existirão muitas outras oportunidades para experimentar brinquedos, na primeira vez delicie-se com o contato.

Relaxe e g...
Nada de pressa, demore o tempo que precisar, aprecie o corpo dela, olhe-a, faça com que ela se sinta especial e apreciada pelo seu olhar e pelo seu toque. Toque todo o corpo da sua parceira com calma e com desejo. Não vá direto ao assunto, dê tempo… aprecie. Beije-a e toque-a com apresso, tire a roupa lentamente, a sua e a dela, sinta seu corpo no dela; existe tanta diversão que pode ser apreciada antes de se dirigir para o clitóris (clítoris ou clitóris? Oh dúvida cruel).

Conversar é sempre bom
Não tenha vergonha de perguntar do que ela gosta, e o que a faz sentir tesão. Diga o que gostaria que ela fizesse em você; na maioria das vezes não precisa verbalizar, pode simplesmente conduzir a mão da menina para o lugar desejado, mostrar a velocidade e a intensidade. Se ela estiver fazendo algo que está te dando verdadeiro prazer, gema e não tenha vergonha de demonstrar o que sente.

Não se iluda
A primeira vez é sempre uma grande expectativa, mas é importante que não fuja à realidade (sexo de filmes não é igual ao sexo real): à importância de conhecerem o corpo uma da outra, o que as excita ou não. Na primeira vez o orgasmo pode não surgir – isto é comum e nada problemático. A idéia aqui é sentirem-se próximas, unidas e começarem a se conhecer intimamente, tudo com calma.
Espero ter ajudado um pouco.
Sobre o que vocês querem que falemos?



Fonte de pesquisa: Letra L

17 comentários:

Anônimo disse...

É tao bom ver que tem gente em sintonia com meus pensamentos... Tenhu muitas dúvidas ainda, to muito travada ainda... que é que eu faço, sinto um pouco de vergonha tbm.

eclipsewicca@gmail.com

Dine Amorim disse...

Vergonha é normal, intimida é conquistada com o tempo. O melhor é sempre ir com calma, e ir perdendo a timidez aos poucos.

Para aquelas que tem dúvidas, perguntas, ou simplismente quer conversar.Mande um e-mail pra gente: AsEntendidas@hotmail.com

Bjus, suas lindas ^.^

Anônimo disse...

muito boa essa iniciativa do blog, esta de parabéns. mas, eu sou homem.

Acho que sexualidade não deve ter limites, e pra isso tem que trocar essa palavra que remete mais ao prazer, para uma palavra mais de afeto. isso é o que vale.

vejo muitos jovens confusos, que acabam escolhendo ser homosexual por modinha, por medo e outras questoes. eu tenho uma amiga que é homosexual, ela nasceu assim. É uma perola de pessoa, raridade. Maravilhosa, amiga e conselheira. Sofre um pouco por causa do preconceito. Pra mim, pra ela, conversar sobre as aventuras dela parece natural, mas pra todos os outros, qualquer atitude que venha transparecer o interesse dela, as pessoas agem com vigor a mostrar que são contrarias.

Mas meu interesse é levantar um debate, se uma mulher lesbica eventualmente não faria sexo com um homem. Acho que os homems não sabem bem amar e aproveitar tudo que se pode haver numa relação de afeto. Nisso que deve se pensar, se há a atração. Se houver, não vai ter esse negocio de medo, de inseguridade, vai ter fogo, paixao, amizade, amor carinho, nossa, eu me vejo fazendo isso, com natureza...

Não, eu não sou um curioso ou um cretino.

Acredito que a relação lesbica é muito mais afetiva (portanto mais saudavel, melhor forma de amar) do que sexual.

Acho que, na minha humilde conclusao, lesbica é a mulher que tem integra atração por mulher.

Eu tenho uma irmã, ela é especial. Ela é um pouco fechada, timida, linda. Muito inteligente.... são mulheres assim que de repente, se tornam lesbicas. Eu fico curioso e apreensivo neste desenvolvimento. Apesar que pra epoca de hoje nao seria nada tao grave, mas me preocupo com todos, irmãos e primos também.

Pode ser um erro, a pessoa fazer uma escolha em razao de um sentimento alheio, ou qualquer outra coisa que nao seja pura atração. E é isso que eu admiro, nas mulheres. Dificil ver uma mulher escolher ser lesbica por trauma ou sentimento, sim de natureza. Se voce tem essa atração por alguem, pode ter certeza é natural. /mas nao va por curiosidade, se o for seja sincera com as pessoas com quem se relaciona, pra nao magoa-las.

Franguinho Ossudo disse...

otimo post

Anônimo disse...

Agradeço pela resposta de meu comentário...
É muito bom ver que voces estão em real comunicação com nós todas, e não estão alheias a nossas duvidas e problemas...

Muito obroigada e continuem assim, com estes posts suuper interessantes!!!

Beijão!

eclipsewicca@gmail.com

Anônimo disse...

Ola, tudo bem??

Você já conhece o Griloo? O único Agregador de links com Top Ranking da Web? Pois é, agora você tem mais um meio para divulgar seu blog e acompanhar diariamente o seu desempenho, é bastante fácil e simples, basta você se cadastrar, e preencher as informações do seu blog, e enviar seus links diariamente.


Seja um parceiro do Griloo, inauguramos hoje e contamos com a sua participação, coloquei nosso pagerank em seu blog e o selo do Griloo, caso queira manter contato com o griloo, basta adicionar nosso MSN.


MSN:
MSN@griloo.com.br
contato@griloo.com.br
www.griloo.com.br
Obrigado.

Anônimo disse...

clitóris
=)

Anônimo disse...

Olá

Em qual banco de dados conseguiu esta imagem?

Dine Amorim disse...

Peguei a imagem com uma amiga, mas acredito que ela pegou de alguma tumblr =D

Hedigar disse...

MUITO BOM SEU POST PARABÉNS!!!!!

QUERIA CONVIDA-LO A DIVULGAR SEUS LINKS

AQUI NO DONDRAS


DONDRAS.BLOGSPOT.COM

E AUMENTE SUAS VISITAS!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Parabéns pela iniciativa, as pessoas devem ser felizes com quem desejar.

Sem preconceitos, havendo amor tudo é possível.

Bianca disse...

Otimo post, espero que bastante gente que está em duvida leia isso. Beijos

Anônimo disse...

muito bom post! eu sou "curiosa" kk ainda nunca tive coragem na verdade. ja tive umas experiencias mas apenas uns beijos e caricias. mas nunca fui mais alem. agora tb sou casada mas o desejo de tar com uma mulher nunca passou :P quem sabe um dia surge a oportunidade? bjus

Anônimo disse...

quem deve ser esse anonimo do terceiro post...?
Falou com tanta sensibilidade, assino embaixo em tudo que vc falou.

E digo mais... me encaixo perfeitamente no perfil "timida, fechada..." e nao é de repente de nos tornamos lesbicas, muito pelo contrario. Meu caro...no meu caso, sei desde que me conheço por gente, só nunca tive coragem de mostrar isso às pessoas.

Parece bobabem, mas me identifiquei muito com seu modo de argumentar, se um dia quiser trocar algumas palavras a mais, volte nesse post!
Abraços, gabi
Foi muito dificil no começo,

miauxuxu disse...

Ah...Por quê não havia blogs dizendo essas coisas quando eu comecei minha vida sexual? Bem...de qualquer forma,acabamos aprendendo com a experiência.Mas é mto bom ver que agora isso pode ser dito,passado p outras meninas e q elas sejam felizes nas primeiras experiências,já q dificilmente as mães dariam uma dica dessas.Parabens!

Anônimo disse...

sabe to namorando a um serto tmpo mas nunk concegui xegar ao orgasmo com minha namorada ela m deixa com muito tezao mas qndo to no auje do prazer eu travo sei la oq acontec tenho medo de estar no caminho errado mas n sinto prazer algum por homem vc ja tev isso?ou sera q o problema sou eu mesma?

Anônimo disse...

Em quanto tempo em media uma mulher goza?

Postar um comentário